18/11/2017

Liverpool vence o Southampton e segue na briga pelo topo da tabela

Os Reds receberam o Southampton em casa e conseguiram vencer o time adversário pelo placar de 3-0 em partida válida pela Premier League

O Liverpool foi a campo com: Mignolet, Alexander-Arnold, Lovren, Klavan e Moreno. No meio campo Henderson, Wijnaldum e Coutinho. E no ataque Salah, Firmino e Mané. Essa foi a primeira vez que Salah, Firmino, Mané e Coutinho começaram uma partida juntos, em Anfield, pela Premier League. Finalmente! As lesões vêm atrapalhando o quarteto mágico de jogar junto.

Também foi a primeira vez que Virgil van Dijk foi a Liverpool depois da perseguição dos Reds pelo zagueiro na última janela de transferências. Apesar da derrota, o holandês mostrou mais uma vez que está acima dos seus companheiros de zaga em questão de qualidade.


O jogo foi completamente dominado pelo time da casa.

Mignolet pode até usar o uniforme no próximo jogo, já que mal se sujou. A maioria das aparições do belga foi fora da área, para sair jogando com os zagueiros.

Quando os Reds já dominavam, Salah encontrou o fundo das redes em um chute de fora da área. Aos 30 minutos, depois de um escanteio, o Southampton tentou sair jogando; Firmino roubou a bola no campo de ataque, Klavan achou Wijnaldum, que rolou para Salah. O egípcio caprichou e marcou um golaço de perna esquerda.

Menos de dez minutos depois, Salah fez o segundo gol dele e dos Reds. Coutinho deu um lindo passe de três dedos por trás da defesa dos Saints para o egípcio, que ganhou do zagueiro na velocidade e bateu na saída de Forster.

Na segunda etapa o roteiro foi o mesmo.

O Liverpool tomava conta do jogo, trocando passes e tentando achar um espaço na defesa adversária. 


Alberto Moreno perdeu uma grande chance depois de um contra-ataque. Coutinho, que tomou conta do meio campo, ainda finalizou com perigo. Mas logo em seguida o brasileiro fez o dele. Em ótima jogada entre Mané e Firmino, o camisa 9 chutou e no rebote Coutinho só empurrou para as redes aos 68 minutos. Esse foi o último lance do nosso 10 na partida, já que logo em seguida ele foi substituído por Emre Can.

Mané era dúvida, mas foi para a partida e fez outro ótimo jogo. Correu muito, sofreu falta e finalizou para o gol. Foi substituído por Oxlade-Chamberlain.

Firmino ainda fez ótima jogada aos 85 minutos, mas a bola caprichosamente foi para fora.

E assim terminou a partida. Fazia tempo que o Liverpool não vencia três partidas seguidas pela liga. Foram 10 gols marcados e 1 sofrido nesse período.


Destaques para Coutinho e Salah, que fizeram ótima partida. O egípcio tem 14 gols em 18 jogos pelos Reds na temporada. Ele é o atual artilheiro da Premiere League, com 9 tentos. Já o brasileiro voltou de lesão, deu uma assistência e fez um gol na partida de hoje.

A zaga foi consistente com Lovren e Klavan. Ambos fizeram uma partida segura e o Southampton praticamente não levou perigo, com nenhum chute no gol.

Mais um bom jogo dos Reds, que agora enfrenta o Sevilla, fora de casa, no meio da semana, pela Champions e depois recebe o Chelsea em casa pela Premier League. #YNWA
Compartilhar:

17/11/2017

PRÉ JOGO: Liverpool vs Southampton



ESTÁDIO - Anfield Road

ÁRBITRO - Mike Jones / AUXILIARES - Harry Lennard, Mark Scholes / 4° ÁRBITRO - Michael Oliver

DATA E HORA - Sáb. 18/11/2017 - 13:00 BSB.


Após a última Data FIFA do ano o Liverpool volta aos trabalhos pelo campeonato inglês neste sábado quando enfrentará em casa o Southampton, adversário indigesto para os red's se contabilizarmos o retrospecto recente. São cinco partidas de invencibilidade do time de St. Mary's em todas as competições, podendo chegar a um feito nunca alcançado antes de ficar invicto contra o Liverpool em seis jogos consecutivos.
A pressão do Liverpool na temporada ainda não diminuiu e a equipe busca entrar de vez no top-4, para isso Jürgen terá de quebrar um tabu de ainda não ter vencido os Saints na Premier League - (3 empates e 1 derrota).

O retrospecto do Liverpool em casa pode ser uma vantagem para o jogo, o time sofreu apenas duas derrotas pelo campeonato nos últimos 32 jogos disputados em Anfield. Alguns "reforços" também podem aparecer na partida de sábado; Chris Bascombe noticiou que há grandes chances de Sadio Mané pintar no time titular - espera-se também que Jordan Henderson e Adam Lallana estejam aptos para a partida.
Sadio participou apenas de uma partida pela seleção de Senegal e foi poupado para retornar em condições de jogo para o Liverpool - Adam Lallana retornou aos treinamentos normais nessa semana e espera-se que ele retorne aos gramados para uma partida oficial, o que não acontece desde agosto. - Jordan Henderson, que ficou fora da partida contra o West Ham voltou a treinar na quarta-feira e certamente será o capitão no sábado.


Olho nele:
Mohamed Salah: O egípcio que já soma sete gols na competição, pode igualar ou superar o recorde de 8 gols de Rob Fowler com a camisa do Liverpool em seus primeiros 12 jogos de Premier League.

Provável escalação:
4-3-3 > Mignolet - Gomez Matip Lovren Moreno - Henderson Wijnaldum Coutinho - Salah Mané Firmino.

Compartilhar:

13/11/2017

Walk with Liverpool Ladies. #01



Passamos por um final de semana de muito futebol, com vários dos nossos jogadores servindo as suas nações na Data FIFA e já vimos ao longo destes útimos dias bastante sobre o time principal do Liverpool. Porém hoje não é dia de falar de Coutinho, Firmino e Mané, entre outros - Iniciamos aqui uma nova coluna no nosso blog aonde acompanharemos o time de futebol feminino do Liverpool e diferente do que aconteceu com os garotos, as Ladies vestiram a camisa vermelha, foram a campo no sábado e conseguiram um resultado positivo colocando o time na 4ª colocação da FA Womens Super League.
No sábado a noite (11/11/17) o time recebeu o Birmingham City em jogo válido pela quinta rodada da competição e saiu com os três pontos após a vitória por 1 a 0 com um gol decisivo marcado por Niamh Charles (seu segundo na temporada) encobrindo a goleira Hannah Hampton com um toque de muita categoria.
A capitã do time, Gemma Bonner que deu a assistência para o gol de Charles, ficou satisfeita com o desempenho da equipe e diz estar ansiosa para continuar tendo performances como a de sábado.
"A mensagem passada no intervalo era apenas para continuarmos fazendo o mesmo, já esperávamos que fosse um teste difícil contra o Birmingham e elas vieram e lutaram e sabíamos que tínhamos que combater isso. Nós mostramos um grande futebol, conseguimos o objetivo e talvez pudéssemos até ter marcado mais. No geral, estamos muito satisfeitas em obter os três pontos e mais importante, o clean sheet. Em jogos como este você precisa saber gerenciar o placar e nós fizemos isso de forma correta. Nós fomos pressionados às vezes, mas também causamos problemas contra elas."

Com o resultado, o Liverpool garantiu sua terceira vitória em cinco jogos, soma nove pontos e está a um ponto do Arsenal, quatro das Chelsea Ladies e a seis pontos do Manchester City Women.






Compartilhar:

09/11/2017

Mohamed Salah: A Contratação do Verão



Houve várias performances incríveis dos nossos jogadores no London Stadium, sábado passado, mas nenhuma como a de um certo egípcio. 

Mohamed Salah marcou mais dois gols pelos Reds, mostrando tranquilidade na frente do gol e classe na finalização, chegando à marca de 12 gols em 17 jogos desde que se transferiu da Roma. Somente Harry Kane tem um retrospecto melhor. 

Um retorno como esse fala por si só e mostra quão longe ele foi desde sua primeira experiência na Premier League, pelo Chelsea. Em Londres, o ponta-direita teve dificuldades para ser titular e marcou apenas 2 vezes em 19 jogos disputados durante 2 temporadas. Por isso ele foi rotulado como uma "sobra do Chelsea" quando voltou para a primeira divisão inglesa, mas, assim como um certo atacante alguns anos antes, ele acabou se dando muito bem com a camisa vermelha. 

Aliás, o Chelsea têm histórico de liberar jogadores que acabaram se dando muito bem com outras camisas. Coloque aí na conta deles Kevin de Bruyne, o melhor meia-atacante da Inglaterra no momento, Romelu Lukaku, artilheiro do Manchester United, o próprio Daniel Sturridge, do Liverpool, a jovem estrela Dominic Solanke, que assinou pelos Reds em julho desse ano, e, mais recentemente, Nemanja Matic, que liberaram para os Red Devils e têm sido um dos volantes mais consistentes da liga na presente temporada.

Voltando ao ponto, o certo é que Salah se provou muito melhor jogador do que muitos achavam e, desde seu primeiro gol, na pré-temporada contra o Wigan, ele não parou de marcar pelo Liverpool.

Para colocar as coisas em perspectiva, Coutinho foi o artilheiro dos Reds na última temporada com 14 gols - apenas 2 gols a mais do que Salah tem no momento. Isso o coloca em segundo lugar na lista de artilheiros do Liverpool em seus 17 primeiros jogos. 

  • Robbie Fowler - 14 gols
  • Mohamed Salah - 12 gols
  • Daniel Sturridge - 12 gols
  • Fernando Torres - 11 gols
  • Luis Suárez - 7 gols
  • Sadio Mané - 7 gols

Bater os números de atacantes de nível internacional como Sturridge, Torres e Suárez diz muito sobre a qualidade que Salah têm apresentado e produzido desde que chegou a Anfield.

Seu movimento e seus dribles com a bola, combinados com alguns movimentos sem ela, têm criado um pesadelo para os adversários. Junto com a qualidade de Firmino e Mané, imprimiu uma outra dinâmica para nossa linha ofensiva. 

"De todas as transferências do último verão, nenhuma teve mais impacto do que Mohamed Salah. Quando o vi marcar seu primeiro gol pelo clube em Watford, senti que ele seria um jogador que marcaria umas 15 vezes nessa temporada - mas a previsão, hoje, é que ele marque 25", disse Jamie Carragher. 

Os gols do egípcio têm vindo em todas as formas e tamanhos, também. Pegue o gol dele no sábado, quando ele combinou perfeitamente com Mané no contra-ataque e depois empurrou para o gol de Joe Hart, quase que ignorando a existência do inglês. E aí você tem o gol de cabeça contra o Leicester, seu voleio contra o Maribor, um chute baixo e no canto em seu segundo gol contra o West Ham e um gol com a perna ruim contra o Tottenham. Ele guarda de todos os jeitos.

Sim, existe um ponto a ser levantado sobre sua finalização - ele perdeu um grande número de chances claras que tornariam seus números ainda mais impressionantes, mas o jogador da seleção do Egito ainda tem uma taxa de conversão maior que a de Harry Kane (19% contra 16%). É difícil pensar numa contratação que tenha feito tanto impacto tão rápido no Liverpool quanto Salah.

Ele ganhou todos os prêmios de "jogador do mês" e "gol do mês" do clube até agora, além de dois prêmios de "jogador da semana" da Champions League. E ele tem apenas 25 anos, ou seja, seus melhores anos ainda estão a sua frente. A perspectiva de que Mo Salah pode fazer com que o Liverpool engrene nessa e nas próximas temporadas, se o seu começo realmente representar o que ele pode fazer, é de bastante felicidade para os torcedores dos Reds.

O Liverpool pode não ter um "número 9" incrível como seus rivais - Aguero pelo City, Lukaku pelo United e Kane pelos Spurs - mas Mohamed Salah pode ser o seu homem de 30 gols por temporada. Ele caiu no time como uma luva e os Reds já estão colhendo os frutos de terem fechado com a contratação da temporada. 

Compartilhar:

08/11/2017

Vamos falar sobre a formação utilizada por Klopp na partida contra o West Ham

Quando sai a escalação do Liverpool, não importa os jogadores, a certeza que temos é que será um 4-3-3. Se Coutinho estará na ponta ou no meio campo, se Firmino começa no lado do ataque ou no centro; é a primeira coisa que vamos discutir no esquema de Klopp, mas a formação sempre é a 4-3-3.

Esquema e escalação mais usados por Klopp nessa temporada
Quando saiu a escalação dos Reds na partida contra o West Ham, no último sábado, tivemos a surpresa de ver Oxlade-Chamberlain entre os jogadores do meio campo, enquanto Salah e Mané eram os pontas. Na hora imaginamos "Klopp está dando chance a Chamberlain no meio campo, posição que ele disse que gostaria de jogar." e em nenhum momento imaginamos o que vinha a seguir.

Klopp, por conta das lesões de Henderson e Philippe Coutinho, resolveu mudar um pouco o seu esquema tático. E assim os Reds foram a campo:

Formação usada contra o West Ham

Tais mudanças no esquema só foram percebidas quando os jogadores se alinharam, já com a bola rolando. Outras surpresas nesse time foram: Wijnaldum havia se machucado na partida anterior, substituído com 15 minutos de jogo e não era esperado atuar nessa partida. Sequer levou chuteiras para Londres. Só viajou com o time para estar próximo da equipe médica e acabou indo para o jogo.

Mané ainda estava em fase final de recuperação e talvez estivesse no banco de reservas, para quem sabe jogar uns 20 minutos e ir pegando ritmo de jogo aos poucos. Entretanto, para nossa alegria, ele também começou como titular.

E Salah, acostumado a jogar como ponta, mas que na Roma, durante a temporada passada, às vezes jogava de segundo atacante, apareceu quase como um camisa 10.

É claro que, por conta das características dos atletas de frente, essas posições se alternaram bastante durante a partida. Oxlade por vezes fez a função de Salah, que por sua vez chegou a atuar de ponta esquerda e até mesmo de centro-avante, enquanto Firmino fazia o meio e Mané a direita. Ofensivamente, existem muitas possibilidades para essa formação 4-2-3-1, que é muito utilizada pelos times no futebol atual.

O que não deu certo nessa partida foi a transição da defesa para o ataque. Emre Can e Wijnaldum diversas vezes bateram cabeça e não sabiam como sair jogando. O alemão subiu demais, coisa que não deveria fazer, já que ele era o primeiro homem de marcação e diversas vezes o Liverpool ficou desprotegido. Wijnaldum também não soube fazer essa função e praticamente não fez diferença no meio campo.

Se Klopp quiser utilizar mais essa tática, imagino que sejam necessárias as entradas de Henderson e Milner no meio campo e Coutinho como camisa 10, deixando Salah na ponta direita. Hendo é melhor defensor que Can e Milner é melhor segundo volante que Wijnaldum. E Coutinho é um dos melhores camisas 10 do futebol atual; é só deixar ele lá que ele vai brilhar.

Mas tudo isso mostrou como Klopp está tentando coisas novas, está tentando surpreender. O West Ham estava mal na tabela e não abriu mão de jogar com 5 atrás. Sabendo a dificuldade que ia ser de entrar na defesa, o técnico alemão resolveu mudar um pouco. O Liverpool não dominou o jogo, como costuma fazer; não foi aquele ataque contra defesa de sempre.

Gostei da nova possibilidade e que Klopp entendeu que às vezes precisa mudar um pouco. Oxlade jogou bem, Firmino foi sensacional, destaque para a jogada feita pelo brasileiro no terceiro gol dos Reds. Mané veio muito bem, deu duas assistências depois de 6 semanas fora e Salah continua sendo uma das melhores contratações da janela europeia. Devíamos até dar uma grana a mais para a Roma por ele, porque parece que pagamos pouco pelo o que o egípcio vem jogando.

Atualmente somos o quinto colocado na Premier League e líder do grupo na Champions. Agora é torcer para ninguém se machucar na data FIFA para continuarmos o trabalho. Coutinho e Lallana já são esperados para os próximos jogos. #YNWA
Compartilhar:

Leipzig confirma que Keita não vai se juntar ao Liverpool em janeiro



O RB Leipzig confirmou que não tem nenhum interesse em deixar Keita se juntar ao seu novo clube na janela de inverno.

Keita firmou sua transferência para o Liverpool para julho de 2018, por um valor que gira em torno de 55 milhões de euros. Entretanto, houve especulação recente de que o clube inglês seria capaz de persuadir o Leipzig a deixar com que o jogador venha já em janeiro do ano que vem.

Apesar da posição na tabela, segundo lugar da Bundesliga, o clube alemão corre risco sério de ser eliminado da Champions League, estando atrás de Besiktas e Porto no grupo. 

O fato é que o diretor de esportes do Leipzig, Ralf Rangnick, desconsiderou essa possibilidade.

"Mesmo se nós não formos para a fase de mata-mata da Champions League, não faria sentido deixar com que Keita se transferisse para o Liverpool mais cedo", ele afirmou.

"Nós queremos qualificação para as competições europeias novamente, e precisamos do Naby para isso".


Compartilhar:

O surpreendente recomeço de Alberto Moreno.


Alberto Moreno tem voltado a chamar a atenção nos jogos do Liverpool, merecidamente voltou a ser convocado pela seleção da Espanha e deverá ir a campo contra a Costa Rica no próximo sábado (11/11).

Alberto Moreno está dando a volta por cima na sua carreira - Depois de uma temporada no banco de reservas para o meio campista James Milner e após também ver o time contratar o escocês Andy Robertson, parecia que os dias de Alberto Moreno em Merseyside já estavam contados.

Porém, o espanhol mostrou grandes performances na pré-temporada e conseguiu ficar no time principal mantendo a boa forma; hoje podemos certamente dizer que ele é o dono da posição e nesta equipe com tantos altos e baixos no setor defensivo ele tem sido talvez o maior ponto positivo.

Sabemos que Moreno tem um grande poder ofensivo, hoje ele soma 3 assistências na temporada, mesmo número de Sadio Mané e ambos são os maiores assistentes do time em 2017/18; mas ele também tem mostrado uma evolução defensiva. (difícil falar que alguém vai bem na defesa do Liverpool, mas Moreno não tem comprometido como maior parte dos companheiros.)
O vídeo a seguir mostra bons momentos de Alberto na atual temporada e ajuda a justificar seu retorno a seleção espanhola.

Compartilhar:

04/11/2017

Liverpool viaja até Londres e goleia o West Ham por 4-1

Hoje não vimos o Liverpool do jeito que costumamos ver. A primeira surpresa foi na escalação. 

Os Reds foram a campo com: Mignolet, Gomez, Matip, Klavan e Moreno. Emre Can, Wijnaldum e Oxlade-Chamberlain. Na frente Salah, Firmino e Mané.

Mané, que era esperado começar no banco, foi titular. Chamberlain foi escalado entre os meias e Klavan no lugar do já saudável Lovren.

A segunda surpresa foi a formação. Os Reds jogaram hoje em 4-2-3-1. Formação muito utilizada hoje em dia por várias equipes europeias, mas que Klopp pouco havia tentado. 

Can e Wijnaldum atuaram como volantes. Na ponta esquerda jogou Mané, na direita jogou Chamberlain - no meio, como um camisa 10, foi Mo Salah - Roberto Firmino como centro avante.

Os jogadores se alternaram nessas posições: várias vezes Salah caia pela direita enquanto Chamberlain ocupava a posição do egípcio. E Firmino também buscou muito o jogo, distribuindo as bolas para os pontas.

Com dois minutos de jogo, Hart fez boa defesa no chute de Firmino. Mas aos nove minutos, foi o West Ham que quase chegou ao gol. André Ayew mandou a bola na trave de Mignolet.


O Liverpool não estava jogando bem. A transição entre defesa e ataque não estava funcionando com Salah jogando de camisa 10. Mas aos 22 minutos, depois de um escanteio do West Ham, Mané e Salah puxam um contra-ataque daqueles! Depois de correrem o campo todo um do lado do outro, o senegalês rolou a bola para o egípcio abrir o placar.

Na hora do primeiro gol, os Reds tinham 49% de posse de bola. O que é bem incomum para a equipe.

Dois minutos depois do primeiro gol, em uma jogada de escanteio para o Liverpool, Matip amplia o marcador: Noble quase fez contra, obrigando Hart a fazer uma boa defesa e a bola sobrou para o camaronês empurrar para as redes. 2-0 para os visitantes.

E assim terminou o primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Liverpool continuou não se encontrando.

Aos 55 minutos, em um vacilo defensivo por parte de Joe Gomez, que deixou Lanzini dominar e chutar para as reds. Foi um belo gol do argentino. Parecia que íamos ver aquele filme todo de novo. Mas imediatamente depois, Roberto Firmino faz uma jogada maravilhosa no meio de campo e rola a bola para Oxlade colocar o terceiro gol no placar! Sentimento de frustração e de alegria em menos de 1 minuto para os torcedores dos Reds. Jornalista que diz que o Jô joga mais que o Firmino, é porque nunca viu uma partida do nosso camisa 9.


E aos 74 minutos, Mané lança Salah na esquerda, que domina e bate com força de perna esquerda para fechar o jogo. 

Volto a afirmar que o Liverpool não jogou bem ofensivamente. As jogadas não foram bem trabalhadas entre defesa e ataque, entretanto, os contra-ataques foram perfeitos. Ainda podia ter sido mais, pois Milner, que entrou no segundo tempo, chutou uma bola para fora em uma grande oportunidade para os Reds.

Klopp pode usar essa formação, principalmente com Coutinho no meio e Salah na ponta direita. Aliás, são esperados os retornos do brasileiro e de Lallana já para esse mês de novembro. Mané entrou e jogou bem, levando em consideração que essa foi a primeira partida depois de uma lesão que o tirou por 6 semanas.


O jogo de hoje mostrou que sabemos jogar no contra-ataque: Salah, Firmino e Mané são muito rápidos e quando estão em alta velocidade e correndo na direção do gol, fica bem difícil do time adversário se defender.

O próximo jogo dos Reds vai ser dia 18 de novembro, após a data FIFA, contra o Southampton em Anfield Road. Torcemos para que ninguém se machuque nesse período e que possamos estar inteiros para a continuidade da competição. #YNWA
Compartilhar:

03/11/2017

A mudança defensiva de Jurgen Klopp



Depois daquele desmonte completo que o Liverpool sofreu em Wembley, algo tinha que ser feito. Os jogadores, a forma de se defender - alguma coisa. No meio tempo houve suposições de que Klopp mudaria os jogadores de defesa - Karius iria para o gol, Gomez se tornaria zagueiro centralizado e Trent voltaria para a lateral-direita. Tudo plausível, porém improvável. Excetuando-se uma troca de última hora por causa de uma lesão sofrida por Lovren no aquecimento - o que trouxe Klavan para a dupla de zaga - o time continuou o mesmo. E parecia que os Reds jogariam exatamente da mesma forma como tinham jogado até agora. Mas aí veio a mudança de Klopp.

O técnico alemão já estava cansado de notar que o 4-3-3 com laterais abertos e com liberdade ofensiva que ele havia montado não serviria para o Liverpool nessa temporada, dada a fragilidade defensiva.
Joe Gomez têm estado muito bem na lateral-direita nesta temporada, adaptando-se à posição jogo após jogo, mas ele tem suas limitações. Assim, Klopp decidiu utilizá-lo como um "falso" terceiro zagueiro quando temos a bola. Antes disso, apesar de não estar correndo pela ala e marcando pressão com potencial ofensivo, como os outros jogadores da posição têm feito durante a temporada, Gomez estava definitivamente jogando mais agudo do que está acostumado.
Os Reds têm sido frequentemente criticados por deixarem seus dois zagueiros isolados, o que os deixa à mercê um contra-ataque mortal, levando-se em conta ao fato de que os dois defensores não cobrem o espaço muito bem. Vimos os Spurs explorarem isso repetidamente quando Kane e Son rasgaram nossa defesa em pedaços e, certamente, não foi a primeira vez que vimos um time atacar as fraquezas do Liverpool com facilidade sob o comando de Jurgen Klopp.
Felizmente, isso fez com que o alemão percebesse que enquanto ele possuir zagueiros que não são defensores completos, ele precisa modificar a tática da linha defensiva, impedindo que sejamos contra-atacados com tanta facilidade - e daí veio o posicionamento do Gomez contra o Huddersfield. 

O que aconteceu foi que, enquanto tínhamos a bola, Joe Gomez permaneceu atrás da linha de meio-campo, acompanhando Matip e Klavan e fechando quaisquer espaços que poderiam ter sido deixados pela dupla de zagueiros - papel que você não espera de um lateral sob o comando de Klopp, principalmente num jogo em casa contra um time recém-promovido. Apesar de não ser extremo como o que Guardiola faz com Delph - ele opera mais como um primeiro volante na linha de meio-campo do que como um zagueiro propriamente dito - existem similaridades. Apesar do jovem inglês não ter atuado tão recuado quanto Klavan e Matip, ele foi bem mais conservador em seu posicionamento do que nos jogos anteriores. E é bem claro como isso é bom para o Liverpool, num sentido defensivo. Ter três zagueiros atrás da linha da bola quando estamos com a posse faz com que não sejamos pegos completamente abertos quando a perdemos - o que aconteceu diversas vezes nessa temporada e fez com que sofrêssemos gols desnecessários que custaram pontos preciosos. Ter Gomez para cobrir os zagueiros faz com que eles possam dividir a bola de cabeça numa sobra sabendo que mais dois jogadores estão atrás para recuperar a jogada caso percam a dividida.  

Algumas pessoas podem olhar essa mudança tática apenas no sentido defensivo, mas o que Klopp faz é sempre pensando no time como um todo - ser efetivo como coletividade. Assim, é preciso analisar também a diferença que essa forma de jogar causa em sentido ofensivo. Como nossos laterais geralmente dão a abertura ao nosso jogo, com os wingers cortando para dentro, Gomez jogando de forma mais aguda fazia com que Salah tivesse que segurar a posição mais vezes. Uma das críticas que têm sido feita ao time do Liverpool é que nossos wingers não ficam em situações de 1vs1 com os laterais e zagueiros adversários muito frequentemente - quando isso seria obviamente uma arma muito eficiente. Temos dois dos melhores jogadores da Premier League para a posição - Mané e Salah - e se eles tivessem mais oportunidades de ficar sozinhos contra um jogador da defesa, levariam a melhor na grande maioria das vezes. 
Apesar da posição inicial do jogador egípcio no jogo contra o Huddersfield ter sido muito mais aberto do que o normal, isso não quer dizer que ele ficava lá o tempo todo - quando chegávamos no último terço do campo, ele se colocava em posições mais centrais, alternando com nossa linha de frente e causando muitos problemas para o clube visitante.
Veja com quanta facilidade Sterling e Sané, os wingers do Manchester City, mantém sua abertura no plano tático e tiram os jogadores adversários de suas posições. Salah começando mais aberto não só fez com que tivéssemos mais situações de 1vs1 como ajudou a criarmos mais movimentação nos espaços deixados, uma vez que os jogadores de meio tiveram mais liberdade para ir à frente, puxando a marcação e deixando passarelas para que o egípcio se lançasse.
O mesmo funciona de forma contrária - caso os jogadores da defesa do Huddersfield decidissem seguir o ponta-direita para que ele não se lançasse, os espaços sobrariam para os jogadores de meio-campo que agora possuem mais liberdade para chegar a frente (pois Gomez garante a sobra, junto com a dupla de zagueiros).
Do outro lado do campo, Moreno jogou da maneira de sempre - abrindo o lado esquerdo e sendo agudo e ofensivo. Nessa posição, ele faz o que Gomez ou Trent faziam na direita antes da mudança tática - dá a abertura para que o jogador de frente possa cortar para dentro. Nesse caso, Firmino pôde utilizar-se das subidas de moreno para cortar para dentro da área do Huddersfield, levando perigo.

Estatísticas de Liverpool 3 x 0 Huddersfield Town,
jogo em que a mudança tática foi aplicada pela primeira vez em 2017-18.

Klopp pode não querer manter essa ideia tática, mas levando em conta que o Huddersfield não conseguiu dar um chute no jogo todo e raramente foi ameaçador nos contra-ataques, situação muito similar à do jogo contra o Maribor no meio dessa semana, creio que é definitivamente algo que o alemão deveria considerar. Apesar de ficar muito satisfeito com a melhora defensiva, fiquei muito surpreso com o fato de que nos ajudou demais ofensivamente, também, nos termos explicitados aqui. Como eu disse, quanto mais pudermos colocar Mané e Salah em situações de 1vs1 contra a defesa adversária, melhor. Quanto mais abertos nossos wingers começarem, mais espaço os jogadores de meio-campo e centralizados terão para operar nos espaços do oponente. Isso será extremamente benéfico se levarmos em conta times que visitam Anfield para jogar retrancados, pois terão dificuldades quando criarmos essas situações em que nossos pontas terão absoluta vantagem e nosso meio poderá achar os espaços corretos para furar o bloqueio.
O interessante é que, há algum tempo, eu já venho pedindo para Klopp tentar jogar com três zagueiros, levando em conta exatamente nossa fragilidade defensiva que custou várias partidas em Setembro. Entretanto, sei que isso significaria abrir mão de um de nossos jogadores de meio, o que eu temia fazer com que perdêssemos o controle dos jogos (a posse do Liverpool têm sido altíssima nessa temporada). Klopp não só fez com que funcionássemos com três zagueiros quando mais precisamos, mas também manteve três jogadores de meio e três na linha de frente. 

Estatísticas de Liverpool 3 x 0 Maribor, pela Champions League,
em que usamos a mesma técnica.

Por fim, sabemos que o Liverpool precisa encontrar formas de lidar com os contra-ataques e furar bloqueios de time retrancados, e essa mudança tática pode nos ajudar, e muito, a atingir esses objetivos. Contudo, foram só duas partidas. Vamos ver se, realmente, a ideia de Klopp fará a diferença da qual precisamos tanto. 


Compartilhar:

01/11/2017

Liverpool vence o Maribor por 3-0 em casa pela Champions League

Pela quarta rodada da fase de grupo da Champions League, o Liverpool recebeu o Maribor e saiu de casa com a vitória pelo placar de 3-0 em uma partida mais complicada do que a da ida.

Os Reds foram a campo com: Karius, Alexander-Arnold, Matip, Klavan, Can, Milner, Wijnaldum e na frente Salah, Firmino e Oxlade-Chamberlain.

Destaques para as chances recebidas por Milner, que já jogou bem contra o Huddersfield e Chamberlain, que teve sua oportunidade como titular em um jogo de Champions.

Infelizmente Gini Wijnaldum pisou em falso em um lance e acabou sendo substituído por Jordan Henderson aos 15 minutos da primeira etapa. Não se sabe ainda a gravidade da lesão do holandês.

Depois da goleada sofrida em casa na última rodada, o Maribor decidiu apenas se defender. Todos os dez jogadores de linha ficavam no campo de defesa. Isso deu certo, já que durante toda a primeira etapa, o Liverpool não conseguiu criar chances perigosas.

Tentou-se muitas jogadas aéreas e todas sem sucesso.


As tentativas de contra ataque do time esloveno eram lentas e sempre recuperadas por um defensor ou meio campista dos Reds.

Durante o ataque, o Liverpool formava uma linha com três zagueiros, sendo um deles normalmente Henderson, quem distribuía o jogo, Matip e Klavan davam opções nos passes curtos e Arnold e Moreno nos lados dos campos, como alas.

Oxlade parecida um pouco afobado. O time chegou a ter 85% de posse de bola e tinha trocado dez vezes mais passes do que o adversário, mas ainda sim o primeiro tempo terminou em 0-0.

Na segunda etapa as coisas foram bem diferentes.

Logo aos 49 minutos, Arnold cruzou à meia altura para Mohamed Salah tocar, meio de calcanhar, para o fundo das redes. Esse foi o quarto gol do egípcio, que está entre os artilheiros da competição.

Depois do primeiro gol, era sabido que viriam mais.

Aos 52, Firmino faz linda jogada pela direita, dando uma caneta no zagueiro de calcanhar e acabou sofrendo pênalti. Milner bateu e o goleiro defendeu. Este foi o quarto pênalti seguido desperdiçado por um cobrador dos Reds. Vamos treinar pênaltis, time!

Handanovic, o goleiro adversário, vinha fazendo o seu nome. Fez ótimas defesas, que seguravam o placar em 1-0. Entretanto, aos 64 minutos, Can e Milner fizeram uma linda tabela e o alemão chutou forte da entrada da área para ampliar.


Sturridge entrou no lugar de Salah e Grujic no lugar de Firmino. Os Reds continuaram pressionando e aos 90 minutos, depois de uma jogada de escanteio, a bola sobrou nos pés de Stu, que chutou para fechar o placar. 3-0 para os Reds.

Os destaques da partida foram Emre Can e James Milner. Os dois foram os jogadores que mais tentaram criar ofensivamente. Can se movimentou bastante e Milner distribuiu bem os passes. Não consigo ver o time do Liverpool sem esses dois no meio campo. Espero que Klopp mantenha o inglês entre os times titulares, porque ele vem jogando bem.

Arnold também foi bem na partida: teve uma assistência. Oxlade melhorou bastante no segundo tempo e imagino que o técnico ficou satisfeito com o jogo do recém-contratado.


O Liverpool é líder do grupo com 8 pontos, seguido de Sevilla com 7, Spartak com 5 e Maribor com 1. Tudo muito embolado ainda. Talvez as coisas já sejam decididas na próxima rodada, quando os Reds viajam até Sevilla no dia 21 de novembro.

O próximo jogo do Liverpool é dia 4 de novembro, em Londres, contra o West Ham United, pela Premier League. #YNWA
Compartilhar:

31/10/2017

PRÉ-JOGO: Liverpool x Maribor



ESTÁDIO - Anfield

ÁRBITRO - Ivan Kruzliak (Eslováquia)

DATA E HORA - 01/11/2017, Quarta-feira, 17:45


FORMA

Desde o 7-0 na Eslovênia, o Liverpool tem, novamente, mostrado inconsistências no time. Levou uma surra no Wembley, ao enfrentar os Spurs, enquanto se mostrou uma equipe mais paciente e profissional quando conquistou a vitória sobre o Huddersfield Town. Lovren e Mignolet, além de outros jogadores, passaram por um pesadelo ao enfrentar o Tottenham, mas Klopp não tirou eles de seus planos para a partida contra o time recém-promovido no sábado passado. Foi uma lesão de última hora que fez com que Lovren tivesse que ser substituído por Klavan no jogo.

O Liverpool ganhou 2 de suas últimas 5 partidas e continua dominando todos os jogos em questão de passes e posse de bola. Sturridge marcou um lindo de gol de primeira no sábado. Firmino marcou de cabeça, logo depois. Talvez uma parceria entre Firmino e Sturridge seja uma forma interessante para Klopp mudar os rumos do Liverpool pro resto da temporada.
Mais importante, Jurgen, na última partida, apesar de entrar em campo com uma formação de 4-3-3, alterou essa tática durante o jogo. Em vários momentos do jogo, principalmente quando tínhamos a bola, os jogadores formavam três zagueiros atrás (Gomez, Klavan e Matip), o que deu mais segurança para a zaga e permitiu uma menor responsabilidade defensiva nas costas do Moreno. Acredito que Klopp deveria ponderar continuar utilizando esse tipo de estratégia, com três zagueiros em momentos específicos da partida, ou mesmo durante sua integridade, pois penso que pode render bons frutos ao corrigir aquilo que mais têm incomodado os Reds em 2017-18.

O Maribor conseguiu ganhar duas partidas por 1-0 no campeonato esloveno desde que os goleamos na última rodada da Champions League. Na verdade, as duas outras derrotas do clube vieram também na competição internacional (contra o Sevilla e contra o H. Beer Sheva nas eliminatórias). No momento, eles estão em segundo lugar no campeonato, atrás do líder apenas pelo saldo de gols.

Eles arrancaram um bom 1-1 do Spartak quando jogaram com o time russo na Eslovênia, mas não se mostraram ameaçadores em nenhum jogo desde então. A verdade é que o Liverpool poderia ter ganhado por mais de 7 gols no último encontro entre os times. Com certeza veremos um exercício de contenção de danos por parte do Maribor em sua viagem à Inglaterra.

NOVIDADES DOS TIMES

O Maribor está sem Sme e Zahovic. Tirando eles, o time está praticamente na sua força total.

Klopp recentemente recebeu a notícia de que Danny Ward se juntou a lista do departamento médico, que está aumentando vagarosamente. Lallana, Coutinho, Clyne e Mané também fazem parte dessa lista, apesar de que todos, exceto o lateral-direito, estarão disponíveis nas próximas semanas. 

Karius vai, provavelmente, manter sua posição de goleiro da Champions, enquanto espero que o técnico alemão dê uma chance para Trent na lateral. É possível que ele utiliza Sturridge novamente, para dar sequência ao atacante, mas talvez ele descanse Firmino e dê à Chamberlain sua primeira titularidade pelos Reds. Talvez tenhamos a chance de ver alguns jogadores que não figuram no Liverpool há algum tempo, como Grujic, apesar de eu achar que Klopp não vai arriscar mais do que o necessário nesse jogo. Como Lovren não treinou hoje a tarde, provavelmente veremos Klavan formando a dupla de zaga com Joel Matip.

PREVISÃO DOS TIMES

LIVERPOOL: Karius; Alexander-Arnold, Klavan, Matip, Robertson; Can, Milner, Wijnaldum; Salah, Oxlade-Chamberlain, Sturridge.

MARIBOR: Handanovic; Milec, Rajcevic, Suler, Viler; Kabha, Vrhovec; Bajde, Ahmedi, Bohar; Tavares. 

ÚLTIMO ENCONTRO

O único encontro entre os dois times foi a goleada de 7-0 que o Liverpool aplicou no Maribor, na Eslovênia, na última rodada da Champions League. 

PREVISÃO

Liverpool 5 x 0 Maribor

Vitória sem rodeios do time da casa. O Liverpool não poupará jogadores importantes, indo com time que assegurará a vitória e construirá um saldo de gols ainda mais significativo. Acredito que, agora conhecendo a equipe do outro lado e jogando em território conhecido, os Reds possam controlar melhor o jogo e fazer o resultado sem desespero ou pressa, mas jogando o futebol que sabem jogar. Jogo bonito de se ver e que aumentará a auto-estima da equipe. 

APOSTAS DO ANFIELD BRASIL

Vitor (@vitoresm): #LIV 5 x 0 #MAR

Maurício (@MauricioCola): #LIV 9 x 1 #MAR

Luiz Otávio (@locpickz): #LIV 4 x 0 #MAR

Caio Marcos (@mcaio8): #LIV 4 x 1 #MAR

Jaíne (@jainesoliveira): #LIV 5 x 0 #MAR

Matheus (@theus1908): #LIV 2 x 1 #MAR

Arthur (@turudo301): #LIV 3 x 1 #MAR

Celso (@celsogabaldi): #LIV 3 x 0 #MAR
Compartilhar:

Caso Lovren: Por que críticas não podem ser confundidas com abuso?




Há muito tempo o Liverpool tem um chamado 'bode expiatório' no elenco. Com um desempenho pífio na defesa em 2015/2016 e queda de rendimento durante a temporada atual, os torcedores clamam por reforços em todas as janelas e os pedidos não têm sido atendidos. E, por isso, determinado jogador sofre com o excesso de críticas.

Entretanto, não vamos criticar jogadores, diretoria ou técnico, que não contratam. Vamos criticar os torcedores em geral.

Mas por que eu deveria criticar o torcedor por cobrar um bom desempenho ou cobrar que o técnico entenda a necessidade da equipe e recrute corretamente? Porque não é isso que estamos fazendo.

Quando acordei hoje, me deparei com os prints abaixo. Um deles, uma pessoa usando uma rede social pra ameaçar a integridade física de Dejan Lovren e família, além de ofendê-lo.
No outro, Dejan expondo a situação pra que pessoas como nós entendamos a gravidade dela.

Dejan Lovren sendo ameaçado em rede social: "Vou assassinar sua família, seu croata idiota"
 
Mas será que entendemos?
Ou somos os primeiros a ir ao perfil do jogador que falha pra xingá-lo? Xingar sua família? Ameaçar sua integridade física?
Não vamos ser hipócritas. Pelo menos uma vez na sua vida você já mandou algum jogador tomar naquele lugar. Eu já mandei. Não estou excluída disso.

Mas abusos desses tipos não devem ser tolerados. Isso precisa acabar. Ultrapassam os limites do esporte, da crítica, da cobrança saudável e transformam a vida de alguém. É necessário um pouco mais de empatia. Você, como profissional de qualquer âmbito, gostaria que uma pessoa que "depende" do seu trabalho dissesse que vai matar sua família por você, como já aconteceu com todos nós, mostrar um baixo desempenho?

Não é a qualidade técnica que estou levantando aqui, mas o ser humano. O profissional que não demonstra bom desempenho deve ser cobrado, mas nunca, nunca, deve ser abusado dessa forma. É necessário entender a diferença entre cobrança e abuso. É preciso ser mais empático, simpático e tolerante. Somos humanos, estamos todos sujeitos a erros e não é porque um jogador ganha MILHÕES que ele não pode errar. Ele tem o direito. E acima disso, ele tem o direito de ser respeitado como ser humano, como você, que está lendo agora, gostaria de ser respeitado.
Compartilhar:

Mané e Lallana: retorno cada vez mais próximo!



Hoje, em sua conferência de imprensa antes do jogo contra o Maribor, Jurgen Klopp informou que Adam Lallana e Sadio Mané continuam a fazer progressos bastante positivos em seus processos de reabilitação - mas nenhum dos dois fará parte das partidas do Liverpool antes da próxima Data FIFA.

Sadio Mané não participou de nenhum jogo do Liverpool desde 1º de Outubro, depois de sofrer lesão enquanto jogava por Senegal, enquanto Lallana ainda não figurou em nenhum jogo dos Reds em 2017-18 por causa de um problema na coxa.

Entretanto, a dupla está cada vez mais perto de retornar à ação, apesar de ainda perderem o jogo contra o Maribor em Anfield e a viagem até Londres para enfrentar o West Ham no fim de semana.

Klopp disse: "Sim, estou otimista - ambos estão parecendo bem. Sadio, nesta manhã, teve uma sessão pré-treino que o liberou. Temos que ver como ele reage. A sessão correu bem, pelo que eu soube".

"Claro, ele não estará no elenco. Amanhã ele terá um dia de descanso para se recuperar de hoje e, na quinta-feira, ele deve voltar ao treino normal. E aí veremos".

"Adam fará parte do treinamento do time durante a Data FIFA e depois veremos. Isso significa que ambos estão num bom caminho, mas não tão bom para fazê-los elegíveis para os jogos de amanhã e de sábado".


Compartilhar:

»

»

»

Curta o Anfield BR no Facebook

Acompanhe-nos no Twitter

» PARCEIRO

»

»

Marcadores

2015-16 2016-17 2017-18 2022 3º uniforme abuso acidente. adam lallana agger aine aitor karanka ajax alberto moreno alemanha Alex Dedé alex ferguson alex manninger alex oxlade-chamberlain alexandre lacazette allan rodrigues alonso amistoso análise Análises - Caio Marcos andrew robertson andy robertson anfied road anfield anfield br anfield brasil anfield road Anfieldbr anfieldindex aniversario aniversário antiga capital one cup antiga carling cup antonio conte aposentadoria apostas arsenal Arthur Bezerra artigo artilheiro atacantes ataque atletico atlético de bilbao atlético de madrid aubameyang audi cup Baldé balotelli barcelona bayern bayern munchen ben woodburn benitez benteke besiktas bilbao black cats bolonha bordeaux boro boro 0-3 liverpool Borussia Moenchengladbach bounemouth bournemouth boxing day brad smith brancas brendan rodgers burnley burton burton albion calendario cameron brannagan camisa camisas camp nou campeonato espanhol campeonato inglês can capitão carabao cup carragher Celso Gabaldi ceo champions league chapecoense chelsea chelsea fc chelsea x liverpool chievo china chineses christian benteke city clássico claudio ranieri clyne colombia coluna compra conte contratação contrato convocação copa africana de nações copa da inglaterra copa da liga correa coutinho cr7 crystal palace curiosidades dados da partida dahoud daily mail dancinha daniel agger daniel sturridge danny ings danny ward data fifa david de gea david silva de virj deadline day defensores defesa dejan lovren derbi derby county derby day derrota diego costa diouf. gerrard diretoria dispensas Divock Origi Divock Origi. documentário dominic solanke draxler drone ederson EFL Cup EI ei plus elenco eliminatória emile heskey empresario emprestimo emre can english team enrique entrevista equipe escudos espanha especial especulação Esporte Interativo euro sub19 europa league everton everton 0x1 liverpool everton fc ex-corinthians fa cup fase de grupos fenerbahce fernando torres festa fiorentina Firmino fleetwood town fotos FSG fulham futebol de 7 gabriel jesus gabriel. gabigol gafe galatasaray galeria Georginio Wijnaldum gerard houllier gerrard gini wijnaldum Gladbach glen mcauley goal golden boy award goleiros gols gomez grêmio grujic grupo E guardiola harry kane harry wilson hector henderson hertha berlim hertha berlin hillsborough história hoffenheim hojbjerg holler hong kong huddersfield town hull city ian ayre ian rush ICC imprensa inglaterra ings instagram inter de milão interações dos seguidores interações twitter International Champions Cup Islam Slimani james milner jamie carragher jamie redknapp janela de transferencia janela de transferência jetro willems jft96 joe allen joe gomez joel matip jogadores john terry jordan henderson jordon ibe josé maria giménez josé mourinho juliand brandt jurgen klopp jürgen klopp juventus kalidou koulibaly karius karius liverpool keita kevin stewart klavan klopp konstantinos manolas kop stand LA Galaxy la manga lallana larissa lateral direito lateral esquerdo lazar markovic Lazio leander dendoncker lebron james leeds leeds united leicester leicester city leicester x liverpool leipzig leiva lemar leon goretzka lesão leucemia leverkusen liderança lista livepool fc liverpool liverpool 1-0 crystal palace liverpool 4-0 arsenal liverpool fc Liverpool Ladies liverpool v arsenal liverpool vs leeds liverpool x arsenal liverpool x boro liverpool x manchester united liverpool x swansea liverpool x tottenham liverpoolfctv lma performance of week loris karius lovren lucas lucas leiva luis suárez Mahmoud Dahoud mainz malcom mamadou mamadou sakho man united man utd manchester city manchester united mane mané mangas maribor mario balotelli mario gotze marko grujic markovic match preview matip max meyer meio campo melhor jogador de agosto melhor jogador do mês melhores momentos melwood melwood pub melwoodpub menino. mercado merseyside merseyside derby messi michael beale michael owen mickey middlesbrough middlesbrough x liverpool mignolet milan millie bobby brown milner mino raiola mohamed salah monaco mônaco moreno mourinho multa mundial murphy naby keita Nagelsmann napoli natal nathaniel clyne new balance new main stand newcastle united neymar nice north west derby nothwest derby notícia notícias nova arquibancada o mágico off OGC Nice ojo onde assistir opinião origi ousmane dembele outubro Owen país de gales pancada paraolimpiadas participação participação da torcida patrocinador pausa internacional pele pelé pep guardiola PES pesquisa philippe coutinho phillippe coutinho pior pirlo placa de publicidade player profile playerprofile plymouth plymouth argyle pogba polemica polêmica portugal pos jogo pós jogo pósjogo pre jogo pré jogo pre match pré temporada pré-jogo pré-temporada premier league premier league asia trophy premier legue preso previa prévia Pro Evolution Soccer promessa promoção provável escalação psg quiz rafa benitez ragnar klavan rapido rb leipzig reações da torcida real madrid rede social redes reds reds ilustres refugiado renovação reserva resumo retorno review rewiew rhian brewster roberto Roberto Firmino rogerio ceni roma ronaldinho gaucho ronaldo rumor rumores ryan kent sadio mane sadio mané saf safadão saídas saints sakho salah salário sao paulo Sean Highdale seguidores seleção brasileira seleção inglesa selfie semi final setembro sevilla shane long Sheyi Ojo simon mignolet sion sir alex ferguson skipper skrtel solanke sorteio soton southampton southampton x liverpool spartak spartak moscou sporting spurs stamford bridge steven gerrard stoke stoke city stranger things sturridge suárez sub-18 sub-23 sunderland suspensão swansea swansea city swansea x liverpool talismã técnico técnicos mais bem pagos temporada 2017-18 terceira rodada terceiro uniforme the s*n this is anfield thomas lemar tiago ilori tite titi camara titulo torcedores torcedores brasileiros torcida tottenham tottenham hotspur tottenham hotspurs tranmere tranmere 0 - 4 liverpool transferencia transferencias treinador treino trent alexander-arnold twitter u23 UCL uefa uefa champions league 2017 um ano Um giro em Melwood uniforme united van dijk venda vermelhas video vigil van dijk virgil van dijk virj Vitor Esmanhotto volante Wales ward watford west brom west bromwich albion west ham united western union wigan wijnaldum wisdom wolfsburg wolverhampton woodburn xabi alonso xavi ynwa zagueiro zenit zidane